Seguro viagem: Veja quais lugares são obrigatórios

Sabemos que viajar é um dos melhores prazeres da vida. Muitas pessoas viajam todos os anos e estão constantemente planejando viagens.

Porém, muitas vezes se esquecem do seguro viagem, um detalhe que pode fazer grande diferença na sua viagem.

O Seguro viagem é a cobertura contra possíveis incidentes que podem acontecer na sua viagem. Mas, além de ser essencial pela sua necessidade, ele também pode ser obrigatório em alguns países, principalmente para quem vai para a Europa.

Vantagens do Seguro Viagem

O Seguro viagem possui infinitas coberturas e vantagens que podem te livrar do sufoco no exterior. Existem diversos planos, que você vai escolher de acordo com a sua necessidade.

Basicamente, algumas das coberturas principais são: cobertura para convênio médico e odontológico, cobertura contra desvios de bagagens, cobertura em casos de perda de documentos, mortes, translados e etc.

A grande vantagem de fazer um seguro viagem é que você fica protegido e pode viajar com a segurança de saber que se você precisar de alguma assistência, você será atendido e assessorado.

Alguns serviços no exterior podem ser muito caros, como por exemplo, serviços com médicos, internações e dentistas. Esse tipo de serviço além de caro, será cobrado na moeda do país de destino, que pode ser mais cara que o real.

Mas, além de todas essas vantagens, o seguro viagem é importante porque ele pode ser obrigatório em alguns lugares, principalmente no continente europeu. Dessa forma, se a sua viagem for para a Europa, você precisa de atenção redobrada ao contratar um seguro viagem.

Países em que Seguro viagem é obrigatório

O seguro viagem é obrigatório em alguns países, principalmente no continente Europeu. Portanto, se a sua viagem for para a Europa, é melhor você garantir que conseguirá entrar no país e contratar um seguro viagem.

O seguro viagem é obrigatório em: Cuba, Venezuela, Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Hungria, Islândia, Itália, Letônia, Liechtenstein, Lituânia,  Luxemburgo, Malta, Noruega, Polônia, Portugal, República Tcheca,  Suécia, Suíça.

Seguro viagem: tipos de coberturas, inclusões opcionais e as exclusões mais comuns

O seguro viagem prevê situações e possibilita que você as previna, por isso existem vários seguros diferentes e diversas instituições que o fornecem.

Para cada necessidade, existe um contrato que cobre as suas despesas em viagens e te dá a oportunidade de se sentir mais tranquilo indo para o destino escolhido.

Por isso, quando você entra em uma instituição para escolher uma assistência 24 horas e seguro viagem, te mostram os mais variados tipos de cobertura, as coberturas opcionais e outros.

Mas neste conteúdo vamos falar também sobre o as exclusões mais comuns em um contrato de seguro viagem. Vem com a gente!

13 tipos de cobertura de um seguro viagem

Você conhece os tipos de cobertura dos seguros viagens? Muita gente acaba não conhecendo os mais comuns e perdem grandes oportunidades.

Existem muitos riscos que são considerados comuns e são cobertos por plano, como em casos de:

  1. Enfermidades, óbitos e traumas corporais.
  2. Atendimento médicos emergenciais e odontológicos podem ser de acordo com o limite máximo da cobertura do plano e a ocorrência também.
  3. Valores de viagens, taxas pré-pagas.
  4. Interrupções de passeio.
  5. Cancelamento de passeios.
  6. Óbitos ou enfermidades graves de familiares.
  7. Serviços processuais jurídicos.
  8. Quarentena obrigatória estabelecido pelo país estrangeiro.
  9. Proibição de viagem devido à restrição governamental para o destino da viagem.
  10. Convocação, por ser membro de organização de defesa pública do seu país de origem.
  11. Avisos oficiais públicos contra viajar ou ficar no destino escolhido.
  12. Ser testemunha jurídica.
  13. Demissão empregatício, no caso de você não saber antes da reserva, entre outros.

Você sabia que existem 5 coberturas opcionais?

O seguro viagem é para que você possa passear de forma tranquila e na hora que surgir uma emergência o plano facilitará para você não ter dor de cabeça com gastos extras e perca o tempo que teria para se divertir.

Como viu no tópico anterior, existem diversos tipos de planos para seguro viagem e você pode adicionar algumas coberturas que não estão dentro do plano contratado originalmente, se for o caso.

Porém, é necessário que todos estejam descritos nas cláusulas do contrato em que assinou do seguro viagem com a instituição escolhida.

As coberturas adicionais do seguro viagem disponibilizadas pela instituição possuem custos adicionais também, que varia de acordo com cada provedor.

Algumas coberturas opcionais geralmente são adquiridas para situações específicas, como:

  • Para pessoas com condições de saúde pré-existentes como diabetes, asmas etc.
  • Jogos esportivos de risco como mergulho, esqui, entre outros.
  • Países de grande risco que estão em guerra ou terrorismo.
  • Doenças pré-existentes com começo agudo.
  • Falimento de empresas fornecedoras como companhia aéreas, hotéis e outros.

As 5 exclusões mais comuns em seguro viagem

Você sabe quais são as exclusões mais comuns do seguro viagem? Pois é, também existe isso! Geralmente elas são:

  1. Passeio com o objetivo de fazer um tratamento médico ou até mesmo para ter bebê;
  2. Cirurgia;
  3. Viagens para locais de guerra;
  4. Enfermidades causadas por bebida alcoólica, drogas, atitudes criminosas, traumas, imprudência;
  5. Atos de terrorismo.

Todas as condições do viajante, como doenças ou condições pré-existentes, por exemplo, devem ser confessas antes do primeiro dia de viagem, porém isso varia de acordo com a seguradora.

Se a seguradora de viagem exigir a declaração de condições e o viajante ignorar essas exigências, poderá ter a cobertura negada.

E aí, já entendeu tudo sobre o assunto? Então compartilhe esse artigo com outro amigo que vai viajar e não conhece ainda o seguro viagem.

Pequisa sobre o que mais irrita passageiros

Afinal, o que mais irrita os passageiros em uma viagem?

o que mais irrita passageiros em uma viagem

À medida que as companhias aéreas aumentam o número de lugares nos seus aviões e os tornam mais pequenos, o potencial para os passageiros sentirem que o seu espaço pessoal está sendo invadido aumentou.

Voar é estressante por natureza, e depois de lidar com longas filas de segurança, comida cara, ou uma área de espera cheia, os passageiros podem ser colocados no limite e tornar-se mais propensos a exibir ou notar um comportamento desrespeitoso.

passageiro irritado em viagem

Se você já esteve em férias, provavelmente já teve algum tipo de comportamento irritante ao viajar. A pesquisa coletou respostas de 18.229 pessoas em 23 países. Embora as respostas apontassem para uma ampla gama de comportamentos irritantes, um tema comum parecia ser a preferência por uma interação mínima com outros passageiros. Os entrevistados disseram que estavam irritados com cheiros, ruídos, contatos e conversas indesejadas, indicando que o que os viajantes mais querem é espaço pessoal e pouco relacionamento interpessoal nos ares.

Esses elementos irritantes, se agravam quando o passageiro passou por problemas aéreos, como overbooking, voo cancelado, atrasado ou extravio de bagagem.

 

Aqui estão os cinco primeiros, juntamente com a porcentagem de entrevistados que os citaram!

 

  1. Insensível ao áudio – 29%

 

  1. Violadores de Espaço Pessoal – 34%.

 

  1. O pai desatento – 39%.

 

  1. O Passageiro “cheiroso” – 43%.

 

  1. O assento (cinto, reclinar, etc) – 51%.

 

E você, o que mais te irrita em viagens de avião?